DIAF - 4 Passos básicos para a Estruturação do Projeto de Consultoria


Post do dia: 2018-01-25 11:17:32. Publicado por Prof. Marta Moeckel, MSc Categoria: Alimentação Coletiva .

Um Consultor tem a função de dar parecer, fornecer subsídio, sugerir e aconselhar e o bom consultor tem que ter know-how suficiente para analisar, conhecer e entender o mais rapidamente possível o negócio do cliente e suas necessidades.

Um bom consultor precisa manter o foco em seus objetivos, caso contrário ele fugirá do seu principal alvo que é atender efetivamente seu cliente. Além disso, ele precisa de bom-senso e muita criatividade ao analisar os processos e as necessidades do cliente conseguindo encantá-lo. Exato, assim como encantar o cliente é um dos objetivos do marketing, um consultor também precisa encantar seu cliente, pois a consultoria é o seu produto de venda.

 

Etapas para Vender o seu Diagnóstico (Serviço de Consultoria)

Desta forma, a venda do diagnóstico é o primeiro passo para o projeto e este divide-se em:

  • Prospectar: processo que envolve a conquista de um cliente. A prospecção pode ser substituída pelo contato inicial.

  • Contatar: o contato inicial pode ser feito diretamente pelo cliente por indicação, trabalhos anteriores ou ainda em função de divulgação do consultor.

  • Contratar: um contrato é uma convenção, um acordo que se faz entre partes interessadas sob determinadas condições.

 

DIAF - Memorize estas 4 letrinha para garantir o sucesso de seus Projetos

Após a contratação, temos o próximo passo que é estruturar este projeto. Para que o projeto seja desempenhado com eficácia é fundamental que se sigam as seguintes etapas:

  • Diagnóstico

  • Implementação

  • Acompanhamento

  • Fechamento

Muitos consultores negligenciam as etapas de Acompanhamento e do Fechamento pois acham que sua obrigação vai até seus aconselhamentos para implementação, porém o acompanhamento é de suma importância uma vez que a própria rotina do dia a dia pode trazer a tona desvios. Quando um artista começa uma obra, mesmo que alguém ajude com a escolha das cores, os toques, detalhes e pinceladas que têm mais significado são aqueles dados pelo autor da obra. Por isso é importante que o Consultor não abandone sua obra, pois os contornos aplicados aos desvios são parte fundamental do fechamento.

 

Follow-up: o Combinado não (nunca) sai caro!

Antes do fechamento é interessante que se programe também uma reunião para revisar o que foi feito e o que será feito dali para frente, após o encerramento. Finalizando-se o projeto devemos lembrar que imprevistos podem vir a acontecer e o bom Consultor deve estar preparado para ações posteriores.


 


Posts Relacionados

Ação dos Compostos Bioativos no Tratamento do Excesso de Peso

Definições Básicas sobre a OBESIDADE A obesidade é uma doença

→ Leia mais...

Nutrição e Educação Infantil: Entenda cada Fase

Nutrição e Educação Infantil: entenda cada fase O período da

→ Leia mais...

Como Calcular a Oferta Hídrica na Nutrição Enteral do seu Paciente

  Uma dúvida de muitos nutricionistas no dia a dia é como se faz o cál

→ Leia mais...

Prof. Marta Moeckel, MSc

Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE - Universidade Federal do Rio de Janeiro Especialista em Qualidade de Alimentos pelo Colégio Brasileiro de Estudos Sistêmicos. Especialista em Alimentação Coletiva pela Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN). Professora convidada no curso MBA em Gestão de Negócio de Alimentação da NutMed/ Fac Redentor. Professora do Curso NutMed Preparatório Geral e Residência (ASA). Professora convidada no curso MBA em Gestão de Restaurantes da Estácio. Instrutora da VISA RJ/SINDIRIO em higiene e manipulação de alimentos. Consultora de projetos operacionais em alimentação coletiva

→ Veja o Perfil Completo