ESPECIARIAS - Parte II: exemplos e uso prático


Post do dia: 2017-10-13 11:50:43. Publicado 16/10/2017 por Equipe Nutmed Categoria: Alimentação Coletiva .

Como vimos em nosso último blog, as especiarias mudaram o rumo histórico gastronômico! Agora que você já conhece um pouco da história, vamos à parte prática. Além da classificação já apresentada em nosso blog ESPECIARIAS - Parte I, veremos abaixo outras classificações e dicas! Aprimore-sem, apimente-se!  

Especiarias e Classificações

1 - ESSÊNCIAS AROMATIZANTES OU FLAVORIZANTES

São soluções alcoólicas à base de álcool etílico, constituídas por:

  • Macerados de partes de plantas.
  • Óleos essenciais extraídos de flores, frutos, sementes.
  • Essências sintéticas: Baunilha, limão, anis, menta, amêndoas amargas, hortelã, maçã e outros.

2 - RESINAS

São substâncias pastosas ou sólidas que se obtém de forma natural a partir de uma secreção orgânica de certas plantas. Ex.: Licorice (alcaçuz), extraída da raiz, serve para:

  • Fabricação de licores e doces
  • Balas para controlar a tosse
  • Aplicações medicinais - tratamento de diversas doenças respiratórias

3 - GOMAS

Substâncias obtida de plantas marinhas, sementes de plantas terrestres, exsudados de plantas terrestres e processamento microbiológico. Assim, possuem as seguintes propriedades:

  • Espessantes e geleificantes,
  • Solúveis em água,
  • Podem ser provenientes de animais terrestres, marítimos ou de origem microbiana.

4 - Extratos

São obtidos por evaporação de caldos concentrados de: Aves, Carnes, Bacon, Malte, Mistura de hortaliças, Peixes, Camarão, Tomate, Extrato de tomate (Pasta concentrada, sal e açúcar), Polpa / Purê de tomate (Pasta menos concentrada, pouco sal e açúcar). 

*UMA CURIOSIDADE: você sabia que a noz moscada pode ser utilizada em preparações doces e salgadas? Mas, não exagere, pois em altas concentrações ela se torna alucinógena!!

 

AQUELE  TOQUE PARA AS REFEIÇÕES

E para te ajudar na utilização de algumas especiarias, segue abaixo uma breve lista que pesquisei para dar um novo realce em suas preparações. Mas lembre-se: use com moderação e não compre em grandes quantidades: 

  • Anis estrelado: porco, pato, peixes, frutos do mar, pães, biscoitos, doces, geleias e gelatinas. Também usado para fazer licores, chás e aromatizar bebidas alcoólicas.
  • Bouquet garni: Usado para aromatizar, sem deixar vestígio dos temperos. Faça o bouquet e remova no final da preparação.
  • Manjericão: Suas folhas secas são usadas em peixes, carnes, arroz cozido com caldos . Fresca usa-se no preparo de saladas, pizzas, massas, e carnes. Combina com molho de tomate, queijo parmesão, berinjela,tomate fresco.
  • Aipo ou salsão: Pode ser comido cru, cortado em rodelas ou ralado, acrescentando uma textura crocante às saladas. Muito utilizado em cozidos, ensopados e molhos.
  • Cardamomo: sopas, picles, carnes de porco, fígado, peixes, pães, biscoitos, bolos e cremes. É utilizada no café árabe e para aromatizar licores.
  • Casca de laranja: Desidratada é ideal para pudins, mousses, bolos, biscoitos, molhos e sorvetes.
  • Curry: mistura de várias especiarias tais como: manjericão, coentro, gengibre, páprica, cominho, cúrcuma, pimenta-do-reino, cravo, canela, cardamomo e noz- moscada. É usado molhos, carnes, peixes, aves, sopas e pratos com ovos e queijos.
  • Herbes de Provence: mistura de ervas frescas ou secas como o tomilho, alecrim, louro, manjericão, segurelha e alfazema. Usada em molhos, para temperar salada, grelhados, carne de porco e de cordeiro.
  • Kümmel: pastas de queijo, chucrute, repolho, no preparo de carnes, aves assadas, sopas de legumes, saladas, marinados, biscoitos, patês, pães e bolos.
  • Páprica: A páprica doce é usada em carnes, peixes, sopas, canapés e molhos. A páprica picante é usada em peixes, carnes, aves, canapés, batatas, ovos, tortas salgadas e molhos e no preparo do goulash.

 

Vamos experimentar? E mais uma coisa: COZINHAR É UMA CIÊNCIA! BOM APETITE!!!!


Posts Relacionados

Tipos de Processamento de Alimentos

O Guia Alimentar da População Brasileira tem dentre seus objetivos informar as recome

→ Leia mais...

3 principais aspectos sobre Desordens do Glúten

Muito se tem falado sobre “Intolerância ao glúten”, mas você realmen

→ Leia mais...

Gestão da Qualidade em Alimentação Coletiva

Autogestão x Terceirização de Serviços em Alimentação Col

→ Leia mais...

Equipe Nutmed

A Nutmed foi fundada em 2005, a partir da crescente demanda do mercado por Nutricionistas atualizados e competentes. Acreditando fortemente que ambas as qualidades são atingidas apenas com muito estudo e dedicação, temos como objetivo oferecer aos nossos alunos Cursos de Atualização nas diversas áreas da Nutrição e também Curso Preparatório para Concursos de Nutrição, pois temos muito orgulho em fazer parte do seu sucesso!

→ Veja o Perfil Completo