Estresse e Síndrome do Intestino Irritável (SII)

Estresse e Síndrome do Intestino Irritável (SII)

Post do dia: 2018-05-14 04:37:32. Publicado por Prof. Dra. Cristina Diestel Categoria: Nutrição Clínica .

O que é a Síndrome do Intestino Irritável (SII)?

A síndrome do intestino irritável (SII) é um distúrbio gastrointestinal (GI) caracterizado por hábitos intestinais alterados (diarreia e/ou constipação), dor abdominal intermitente e outros sintomas gastrointestinais como inchaço e flatulência na ausência de anormalidades estruturais detectáveis no intestino, ou seja, na ausência de doença orgânica. É um dos distúrbios mais comuns encontrados na prática clínica, porém um dos menos compreendidos.

A patogênese é considerada complexa e a fisiopatologia ainda é um enigma. Alguns fatores etiológicos já foram identificados. Um dos mais importantes é a interrupção da comunicação adequada “cérebro-intestino” que leva à hipersensibilidade visceral. Possivelmente, a hipersensibilidade visceral pode ser secundária à ativação das células imunes e à inflamação de baixo grau no trato gastrointestinal.

 

Como ocorre a SII e principais fatores

A origem dessa inflamação parece multifatorial, envolvendo, principalmente, predisposição genética, estresse crônico, disbiose e hiperpermeabilidade intestinal.

O estresse é um importante fator relacionado ao aparecimento e à exacerbação das crises da SII, pois o fato de estressar-se desencadeia sintomas. Não é totalmente claro como estresse, ansiedade e síndrome do intestino irritável estão relacionados - ou o que vem em primeiro lugar -, mas os estudos mostram que eles tendem a coexistir.

Atualmente, admite-se que os fatores emocionais não devem ser considerados como a causa isolada da SII, mas sim, especialmente, como condições agravantes do quadro. Os indivíduos que apresentam a SII juntamente com o diagnóstico de depressão, pânico ou ansiedade, provavelmente, apresentarão a exacerbação dos sintomas intestinais nos períodos de maior desordem emocional.

 

Como a Nutrição pode ajudar no tratamento 

Dessa maneira, a abordagem nutricional integrativa, com orientações adequadas é peça fundamental no tratamento desse paciente, sendo muito importante que o nutricionista se capacite para realizar o atendimento adequado frente ao estresse emocional crônico, uma realidade da vida moderna.


Posts Relacionados

As Bananas na Alimentação Humana

As Bananas na Alimentação Humana

A banana (Musa spp) é a fruta de maior aceitação mundial e nacional. No mundo,

→ Leia mais...
A Influência da Alimentação na Saúde da Mulher

A Influência da Alimentação na Saúde da Mulher

A Endometriose é uma afecção ginecológica comum e dolorosa, que acomete

→ Leia mais...
Por Quê Modelos de Negócios Importam?

Por Quê Modelos de Negócios Importam?

Essa foi a questão que motivou a pesquisadora Joan Magretta a escrever o seu artigo, que lev

→ Leia mais...
Prof. Dra. Cristina Diestel

Prof. Dra. Cristina Diestel

Nutricionista Doutora em Fisiopatologia e Ciências Cirúrgicas – UERJ Mestre em Ciências Médicas – UERJ Pós-graduada em Nutrição Esportiva –UERJ Pós-graduada em Medicina Ortomolecular – UVA Pós-graduada em Fitoterapia - IPGS Especialista em Fitoterapia - ASBRAN professora adjunta do Departamento de Nutrição Aplicada - UERJ Diretora e Docente - NutMed Cursos de Nutrição

→ Veja o Perfil Completo