Consumo de alimentos industrializados na Educação Infantil – a importância do Nutricionista na creche-escola

Consumo de alimentos industrializados na Educação Infantil – a importância do Nutricionista na creche-escola

Post do dia: 2018-04-13 09:27:21. Publicado por Equipe Nutmed Categoria: Novidades .

 

A Criança, as Práticas Urbanas Modernas e a Influência dos Pais

O crescimento humano é um processo contínuo, que apresenta especificidades em cada etapa da vida e sofre influência de vários fatores que nele interferem. A identificação precoce desses fatores é importante para detectar e corrigir problemas com repercussões futuras para a saúde. Na criança, a nutrição adequada é fundamental para garantir crescimento e desenvolvimento normais, sendo este estágio de vida um dos biologicamente mais vulneráveis.

Atualmente, a saúde da criança tem sido afetada pelas práticas da vida urbana, na qual ocorrem mudanças de comportamento principalmente com relação à dieta e à atividade física, o que proporciona aumento nas taxas de sobrepeso e obesidade. Sabe-se que os pais influenciam no desenvolvimento do hábito alimentar do pré-escolar, em virtude das suas próprias referências e escolhas alimentares, suas atitudes frente à alimentação, interferindo na disponibilidade de alimentos, bem como na compra de alimentos processados para toda a unidade familiar.

A universalidade da escola como meio facilitador de acesso às crianças e adolescentes destaca seu papel nos esforços globais de combate aos problemas contemporâneos de saúde pública. O ambiente de ensino, quando aliado à prática de educação nutricional, é capaz de transformar-se em um local favorável à convivência saudável, proporcionando um ingresso ao aprendizado interativo com os alimentos. No âmbito escolar, torna-se necessário estimular o consumo de alimentos saudáveis, de preferência in natura, uma vez que esse meio é propício para consolidar hábitos alimentares nesse ciclo de vida.

 

O que os estudos nos revelam sobre atuais hábitos alimentares no Brasil e de fora

Um estudo transversal, realizado no município de Santa Maria (RS) observou que dentre as escolas de Educação Infantil analisadas, os cardápios possuíam oferta de 13 alimentos industrializados. Além disso, três escolas analisadas possuíam um dia na semana intitulado como “lanche coletivo”, no qual as crianças trazem lanches de casa.

Nos dias de “lanche coletivo”, observou-se que em sua maioria, os alimentos costumavam serem industrializados como: refrigerantes, sucos artificiais, biscoitos recheados e snacks tipo “salgadinhos”. Mesmo que a frequência desse dia “livre” conte com apenas um dia destinado a este tipo de alimentação, somado a frequência de consumo destes mesmos alimentos no domicílio, torna-se preocupante.

Nos cardápios escolares, observou-se que há oferta de 13 alimentos industrializados por semana, mostrando que há necessidade de intervenção nutricional, na melhor disposição de alimentos saudáveis nos cardápios oferecidos nas escolas, disponibilizando lanches e refeições adequados e balanceados nutricionalmente, por isso ressalta-se a importância do nutricionista no planejamento e gestão do Serviço de Alimentação de escolas de Educação Infantil.

Dados de estudo preliminar do Feeding Infants and Toddlers Study (FITS) mostraram que os pré-escolares estão ingerindo apenas uma porção de frutas e vegetais por dia. Verificou-se ainda consumo excessivo de bebidas açucaradas, doces e lanches salgados altamente energéticos e grande quantidade de gordura saturada. Preocupante é o fato destes alimentos serem introduzidos muito precocemente na alimentação infantil.

De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE, verificou-se, dentre as bebidas, o refrigerante é o mais consumido, seguido de sucos e chás, destacando- -se que em análise comparativa das POFs de 1987, 1996, 2003 e 2009 esses itens vêm apresentando significativo aumento percentual nas despesas com alimentação, em detrimento dos gastos com alimentos naturais como as frutas.

Estes dados, bem como a pesquisa em questão, salientam para o crescente aumento no índice de consumo de alimentos industrializados em contrapartida daqueles de significativo valor nutricional. A introdução precoce de alimentos industrializados pode levar à formação de hábitos alimentares inadequados, que farão parte das memórias alimentares com o passar do tempo.

 

 

Conclusão: Utilização da Escola como Espaço para Intervenção Nutricional

Ao contrário dos adultos, as crianças menores e pré-escolares dependem de seus pais e de outros cuidadores para o fornecimento de alimentos para seu crescimento e desenvolvimento.

Desta forma, as atitudes das crianças são frequentemente reflexos do ambiente familiar em que vivem. Há necessidade de utilizar a escola como espaço para intervenção nutricional, visando à formação e ampliação das experiências infantis no desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis.

Fontes:

Aires et al. Consumo de alimentos industrializados em pré-escolares. Revista da AMRIGS, Porto Alegre, 55 (4): 350-355, out.-dez. 2011

Toloni et al. Introdução de alimentos industrializados e de alimentos de uso tradicional na dieta de crianças de creches públicas no município de São Paulo. Rev. Nutr. vol.24 no.1 Campinas Jan./Feb. 2011


Posts Relacionados

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

→ Leia mais...
Consultoria e Assessoria em Nutrição nos Serviços de Alimentação: Por que investir nessas áreas?

Consultoria e Assessoria em Nutrição nos Serviços de Alimentação: Por que investir nessas áreas?

O crescente consumo de refeições realizadas fora do ambiente domiciliar atrelada &agr

→ Leia mais...
Obesidade na Síndrome de Down e a Importância do Papel do Nutricionista

Obesidade na Síndrome de Down e a Importância do Papel do Nutricionista

Uma alimentação saudável é primordial para saúde de qualquer pes

→ Leia mais...
Equipe Nutmed

Equipe Nutmed

A Nutmed foi fundada em 2005, a partir da crescente demanda do mercado por Nutricionistas atualizados e competentes. Acreditando fortemente que ambas as qualidades são atingidas apenas com muito estudo e dedicação, temos como objetivo oferecer aos nossos alunos Cursos de Atualização nas diversas áreas da Nutrição e também Curso Preparatório para Concursos de Nutrição, pois temos muito orgulho em fazer parte do seu sucesso!

→ Veja o Perfil Completo