10 Passos para Alimentação do Celíaco

10 Passos para Alimentação do Celíaco

Post do dia: 2019-09-03 15:30:50. Publicado por Equipe Nutmed Categoria: Nutrição Clínica .

A Doença Celíaca é uma enteropatia crônica do intestino delgado, de caráter autoimune, presente em indivíduos geneticamente suscetíveis, que resulta em uma intolerância permanente ao glúten. Tal doença normalmente se manifesta durante a infância, podendo, entretanto, surgir em qualquer idade, inclusive na fase adulta. Hoje, estima-se que 300 mil brasileiros são portadores da doença, visto que a Região Sudeste se destaca com a maior incidência.

O glúten corresponde ao complexo proteico responsável pela estrutura e crescimento de massas alimentícias, constituído por frações peptídicas específicas de proteínas (prolaminas). Sabe-se que a gliadina é o peptídeo presente no trigo capaz de desencadear lesões na mucosa intestinal, porém pode ser encontrada em outros cereais, nas formas de hordeína (cevada) e secalina (centeio).

Para que ocorra a manifestação da Doença Celíaca, é necessário o contato de tais peptídeos com a mucosa intestinal, visto que são mais resistentes à digestão completa pelas proteases presentes no trato gastrointestinal humano, podendo então, chegar intactos ao intestino delgado. Como os pacientes celíacos apresentam permeabilidade intestinal aumentada, pode ocorrer a translocação desses peptídeos do lúmen em direção ao epitélio intestinal, desencadeando assim, reações inflamatórias mediadas pelo sistema imune inato e adaptativo.

Em função do processo inflamatório, ocorre a atrofia das vilosidades intestinais e hiperplasia das células das criptas, e dessa forma, a área disponível para absorção de nutrientes torna-se limitada. Como consequência, surgem os sintomas da Doença Celíaca, que são classificados em gastrointestinais e extraintestinais.

  • Gastrointestinais: Sintomas de má-absorção após exposição ao glúten da dieta – diarreia ou esteatorreia, perda de peso, dor e distensão abdominal e deficiências nutricionais.          
  • Extraintestinais: Pouco ou nenhum sintoma gastrointestinal (sem diarreia). Predomínio das manifestações extraintestinais. Os únicos indícios podem ser a baixa estatura ou anemia.

Eventualmente, os pacientes podem apresentar sintomas gastrointestinais e extraintestinais. A doença celíaca também pode ser assintomática, o que dificulta o diagnóstico e o tratamento precoce dos indivíduos portadores, que são identificados através da realização de rastreamento sorológico e confirmação pela biópsia intestinal, seguida pela resposta sorológica à dieta isenta de glúten.

Sabendo que o tratamento da doença celíaca é sobretudo dietético, pela exclusão total do glúten da dieta, é necessário o cuidado nutricional de acordo com a condição clínica do paciente. Pensando nisso, a Nutmed disponibilizou um ebook com 10 passos para a alimentação dos celíacos. Faça o download gratuitamente através do link abaixo:

 

Ebook gratuito - 10 Passos para a Alimentação dos Celíacos:

http://nutmed.rds.land/10-passos-para-a-alimentacao-do-celiaco-nutmed-2017

Confira também nossos cursos em Nutrição em: https://nutmed.com.br/site/cursos

Pós graduação Nutrição RJ

Online: https://nutmed.com.br/site/cursos/pos-graduacao-online

Presencial: https://nutmed.com.br/site/cursos/pos-graduacao-presencial

 

Aqui na NUTMED você encontra diversos cursos de atualização de Nutrição, oferecidos presencialmente todo mês, e na plataforma online, com início imediato, com o objetivo de tornar, você, Nutricionista, um profissional de destaque!

 

Atualiza-se com a Nutmed!

Bibliografia Consultada:

ARAÚJO, Halina Mayer Chaves et al. Doença celíaca, hábitos e práticas alimentares e qualidade de vida. Revista de Nutrição, v. 23, n. 3, p. 467-474, 2010.

FASANO, Alessio; CATASSI, Carlo. Celiac disease. New England Journal of Medicine, v. 367, n. 25, p. 2419-2426, 2012.

GARROTE, José Antonio et al. Celiac disease pathogenesis: the proinflammatory cytokine network. Journal of pediatric gastroenterology and nutrition, v. 47, p. S27-S32, 2008.

MAHAN, LE. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 14 Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018.

WAITZBERG, DAN LINETZKY Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 4ª Ed. São Paulo: Ed. Atheneu, 2017.

 

Nutricionista: Clara Machado 


Posts Relacionados

O Papel do Nutricionista Ambulatorial nos Cuidados Paliativos no Câncer

O Papel do Nutricionista Ambulatorial nos Cuidados Paliativos no Câncer

Diante da perspectiva do cenário mundial, o câncer é a segunda causa de morte,

→ Leia mais...
Conheça as Principais Ferramentas de Gestão de Qualidade para Serviços de Alimentação

Conheça as Principais Ferramentas de Gestão de Qualidade para Serviços de Alimentação

Hoje, o consumo alimentar fora do ambiente domiciliar atinge cerca de 40% dos brasileiros, que impu

→ Leia mais...
Importância dos Alimentos Antioxidantes para Corredores

Importância dos Alimentos Antioxidantes para Corredores

Hoje, com o aumento do número de provas e praticantes, a corrida de rua tornou-se uma das mo

→ Leia mais...
Equipe Nutmed

Equipe Nutmed

A Nutmed foi fundada em 2005, a partir da crescente demanda do mercado por Nutricionistas atualizados e competentes. Acreditando fortemente que ambas as qualidades são atingidas apenas com muito estudo e dedicação, temos como objetivo oferecer aos nossos alunos Cursos de Atualização nas diversas áreas da Nutrição e também Curso Preparatório para Concursos de Nutrição, pois temos muito orgulho em fazer parte do seu sucesso!

→ Veja o Perfil Completo