10 Passos para Alimentação do Celíaco

10 Passos para Alimentação do Celíaco

Post do dia: 2019-09-03 15:30:50. Publicado por Equipe Nutmed Categoria: Nutrição Clínica .

A Doença Celíaca é uma enteropatia crônica do intestino delgado, de caráter autoimune, presente em indivíduos geneticamente suscetíveis, que resulta em uma intolerância permanente ao glúten. Tal doença normalmente se manifesta durante a infância, podendo, entretanto, surgir em qualquer idade, inclusive na fase adulta. Hoje, estima-se que 300 mil brasileiros são portadores da doença, visto que a Região Sudeste se destaca com a maior incidência.

O glúten corresponde ao complexo proteico responsável pela estrutura e crescimento de massas alimentícias, constituído por frações peptídicas específicas de proteínas (prolaminas). Sabe-se que a gliadina é o peptídeo presente no trigo capaz de desencadear lesões na mucosa intestinal, porém pode ser encontrada em outros cereais, nas formas de hordeína (cevada) e secalina (centeio).

Para que ocorra a manifestação da Doença Celíaca, é necessário o contato de tais peptídeos com a mucosa intestinal, visto que são mais resistentes à digestão completa pelas proteases presentes no trato gastrointestinal humano, podendo então, chegar intactos ao intestino delgado. Como os pacientes celíacos apresentam permeabilidade intestinal aumentada, pode ocorrer a translocação desses peptídeos do lúmen em direção ao epitélio intestinal, desencadeando assim, reações inflamatórias mediadas pelo sistema imune inato e adaptativo.

Em função do processo inflamatório, ocorre a atrofia das vilosidades intestinais e hiperplasia das células das criptas, e dessa forma, a área disponível para absorção de nutrientes torna-se limitada. Como consequência, surgem os sintomas da Doença Celíaca, que são classificados em gastrointestinais e extraintestinais.

  • Gastrointestinais: Sintomas de má-absorção após exposição ao glúten da dieta – diarreia ou esteatorreia, perda de peso, dor e distensão abdominal e deficiências nutricionais.          
  • Extraintestinais: Pouco ou nenhum sintoma gastrointestinal (sem diarreia). Predomínio das manifestações extraintestinais. Os únicos indícios podem ser a baixa estatura ou anemia.

Eventualmente, os pacientes podem apresentar sintomas gastrointestinais e extraintestinais. A doença celíaca também pode ser assintomática, o que dificulta o diagnóstico e o tratamento precoce dos indivíduos portadores, que são identificados através da realização de rastreamento sorológico e confirmação pela biópsia intestinal, seguida pela resposta sorológica à dieta isenta de glúten.

Sabendo que o tratamento da doença celíaca é sobretudo dietético, pela exclusão total do glúten da dieta, é necessário o cuidado nutricional de acordo com a condição clínica do paciente. Pensando nisso, a Nutmed disponibilizou um ebook com 10 passos para a alimentação dos celíacos. Faça o download gratuitamente através do link abaixo:

 

Ebook gratuito - 10 Passos para a Alimentação dos Celíacos:

http://nutmed.rds.land/10-passos-para-a-alimentacao-do-celiaco-nutmed-2017

Confira também nossos cursos em Nutrição em: https://nutmed.com.br/site/cursos

Pós graduação Nutrição RJ

Online: https://nutmed.com.br/site/cursos/pos-graduacao-online

Presencial: https://nutmed.com.br/site/cursos/pos-graduacao-presencial

 

Aqui na NUTMED você encontra diversos cursos de atualização de Nutrição, oferecidos presencialmente todo mês, e na plataforma online, com início imediato, com o objetivo de tornar, você, Nutricionista, um profissional de destaque!

 

Atualiza-se com a Nutmed!

Bibliografia Consultada:

ARAÚJO, Halina Mayer Chaves et al. Doença celíaca, hábitos e práticas alimentares e qualidade de vida. Revista de Nutrição, v. 23, n. 3, p. 467-474, 2010.

FASANO, Alessio; CATASSI, Carlo. Celiac disease. New England Journal of Medicine, v. 367, n. 25, p. 2419-2426, 2012.

GARROTE, José Antonio et al. Celiac disease pathogenesis: the proinflammatory cytokine network. Journal of pediatric gastroenterology and nutrition, v. 47, p. S27-S32, 2008.

MAHAN, LE. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 14 Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018.

WAITZBERG, DAN LINETZKY Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 4ª Ed. São Paulo: Ed. Atheneu, 2017.

 

Nutricionista: Clara Machado 


Posts Relacionados

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

→ Leia mais...
Consultoria e Assessoria em Nutrição nos Serviços de Alimentação: Por que investir nessas áreas?

Consultoria e Assessoria em Nutrição nos Serviços de Alimentação: Por que investir nessas áreas?

O crescente consumo de refeições realizadas fora do ambiente domiciliar atrelada &agr

→ Leia mais...
Obesidade na Síndrome de Down e a Importância do Papel do Nutricionista

Obesidade na Síndrome de Down e a Importância do Papel do Nutricionista

Uma alimentação saudável é primordial para saúde de qualquer pes

→ Leia mais...
Equipe Nutmed

Equipe Nutmed

A Nutmed foi fundada em 2005, a partir da crescente demanda do mercado por Nutricionistas atualizados e competentes. Acreditando fortemente que ambas as qualidades são atingidas apenas com muito estudo e dedicação, temos como objetivo oferecer aos nossos alunos Cursos de Atualização nas diversas áreas da Nutrição e também Curso Preparatório para Concursos de Nutrição, pois temos muito orgulho em fazer parte do seu sucesso!

→ Veja o Perfil Completo