Como Identificar o Risco de Transtornos Alimentares?

Como Identificar o Risco de Transtornos Alimentares?

Post do dia: 2019-10-08 12:57:28. Publicado por Equipe Nutmed Categoria: Nutrição Clínica .

Como Identificar o Risco de Transtornos Alimentares?

Os transtornos alimentares (TAs) são distúrbios psiquiátricos caracterizados por graves alterações do comportamento alimentar, responsável por inúmeras complicações clínicas, capazes de levar ao indivíduo a morte. Hoje, o público feminino jovem compreende 90% dos casos de TAs, visto que a insatisfação corporal, frequentemente observado nesse grupo, pode colaborar para o surgimento de comportamentos de risco para TAs.

De acordo com o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 5ª edição (DSM-V), a etiologia de TAs é multifatorial e envolve componentes genéticos, socioculturais e vulnerabilidades biológicas e psicológicas, sendo a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, os mais relatados.

Sabe-se que o profissional Nutricionista tem papel fundamental como integrante da equipe multidisciplinar, não apenas pelo suporte necessário para alimentação adequada no tratamento nutricional dos indivíduos diagnosticados com TAs, mas também na investigação de práticas alimentares inadequadas, com o objetivo de identificar o quanto antes qualquer alteração comportamental que possa a vir prejudicar a saúde desses pacientes.

Nutricionista no Rastreamento de Transtornos Alimentares

Mesmo que o profissional Nutricionista não faça o diagnóstico de transtorno alimentar, é possível atuar na investigação pela coleta de informações através da aplicação de entrevista de rastreio durante anamnese. Assim, para identificar o risco de transtornos alimentares é sugerido a utilização do teste de atitudes alimentares (Eating Attitudes Test), também conhecido como EAT-26.

O EAT-26 é um instrumento de auto relato que indica a presença de padrões alimentares anormais. O questionário possui 26 questões com seis opções de resposta: sempre, muito frequentemente, frequentemente, às vezes, raramente e nunca, que são relacionadas:

  • Dieta – Total de 13 itens (nº 1, 6, 7, 10, 11, 12, 14, 16, 17, 22, 23, 24 e 25), que refletem recusa a ingestão de comidas de alto teor calórico e preocupações com a forma física;
  • Bulimia nervosa – Total de 6 itens (nº 3, 4, 9, 18, 21 e 26), que identificam pensamentos sobre comida e atitudes bulímicas;
  • Controle oral – Total de 7 itens (nº 2, 5, 8, 13, 15, 19 e 20), que se referem ao autocontrole em relação à comida e reconhecem pressões sociais no ambiente para ganhar peso.

A avaliação das respostas é feita pela escala Likert que varia de sempre (3 pontos), muito frequentemente (2 pontos) e frequentemente (1 ponto). As demais respostas não são pontuadas (às vezes, raramente e nunca), com exceção da questão 25, na qual os pontos são invertidos e “às vezes’’, “raramente’’ e “nunca’’ pontuam 1, 2 e 3 pontos, respectivamente. 

Após o término da entrevista de rastreio, é necessário fazer a soma da pontuação de todos os itens presentes no questionário. Se o resultado for acima ou igual a 21 pontos é indicativo de risco aumentado de transtorno alimentar. A seguir o EAT-26.

BAIXAR AGORA EATING ATTITUDES TEST (EAT-26): http://nutmed.rds.land/eating-attitudes-test-eat-26

Faça sua inscrição HOJE no Curso de Atualização em Transtornos Alimentares e de Imagem Corporal aqui na Nutmed! Vagas Limitadas!

Link de inscrição: https://nutmed.com.br/site/curso/transtornos-alimentares-e-de-imagem-corporal-o-papel-do-nutricionista-clinico-e-comportamental-2019

Aqui na NUTMED você encontra diversos cursos de atualização de Nutrição, oferecidos presencialmente todo mês, e na plataforma online, com início imediato, com o objetivo de tornar, você, Nutricionista, um profissional de destaque!

Confira também outros cursos em: https://nutmed.com.br/site/cursos

Atualiza-se com a Nutmed!

Bibliografia Consultada:

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION et al. DSM-5: Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. Artmed Editora, 2014.

GARNER, D.  M. et al.  Eating attitudes test:  psychometric features and clinical correlates. Psychological Medicine, Cambridge, v. 12, p. 871-878, 1982.

LATTERZA, Andréa Romero et al. Tratamento nutricional dos transtornos alimentares. Archives of Clinical Psychiatry, v. 31, n. 4, p. 173-176, 2004.

LEWINSOHN, Peter M.; STRIEGEL-MOORE, Ruth H.; SEELEY, John R. Epidemiology and natural course of eating disorders in young women from adolescence to young adulthood. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, v. 39, n. 10, p. 1284-1292, 2000.

 

Nutricionista: Clara Machado

 


Posts Relacionados

Seletividade Alimentar no Transtorno do Espectro Autista 

Seletividade Alimentar no Transtorno do Espectro Autista 

Seletividade Alimentar no Transtorno do Espectro Autista  O Transtorno do Espectro Autista

→ Leia mais...
10 Passos para Alimentação do Celíaco

10 Passos para Alimentação do Celíaco

A Doença Celíaca é uma enteropatia crônica do intestino delgado, de car&

→ Leia mais...
Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

Solicitação de Exames Laboratoriais na Prática Clínica do Nutricionista

→ Leia mais...
Equipe Nutmed

Equipe Nutmed

A Nutmed foi fundada em 2005, a partir da crescente demanda do mercado por Nutricionistas atualizados e competentes. Acreditando fortemente que ambas as qualidades são atingidas apenas com muito estudo e dedicação, temos como objetivo oferecer aos nossos alunos Cursos de Atualização nas diversas áreas da Nutrição e também Curso Preparatório para Concursos de Nutrição, pois temos muito orgulho em fazer parte do seu sucesso!

→ Veja o Perfil Completo