As Boas Práticas da Manipulação em Serviços de Alimentação

Compartilhe!

Sumário

As Boas Práticas ou, em inglês, Best Practices definem as melhores técnicas a fim de atingir um resultado positivo na execução de qualquer atividade.

Em se tratando dos serviços de alimentação, as Boas práticas são definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), por meio da RDC nº216/2004 com efeito em todo o território nacional. Nela estão contidos os procedimentos para:

  1. Edificação, instalações, equipamentos, móveis e utensílios
  2. Higienização de instalações, equipamentos, móveis e utensílios
  3. Controle integrado de vetores e pragas urbanas
  4. Abastecimento de água
  5. Manejo dos resíduos
  6. Manipuladores
  7. Matérias-primas, ingredientes e embalagens
  8. Preparação do alimento
  9. Armazenamento e transporte do alimento preparado
  10. Exposição ao consumo do alimento preparado
  11. Documentação e registro

Importante destacar que esses procedimentos de Boas Práticas devem ser fiéis à realidade de cada serviço de alimentação.

Principais problemas que aniquilam as Boas Práticas!

Apesar de sua obrigatoriedade fatores como falta de conhecimento técnico, ausência de responsável técnico qualificado, necessidade de capacitação (adequação da mão de obra), falta de investimento em equipamentos, falta de investimento em monitoramento, falta de manutenção geral  e  estruturas inadequadas dos estabelecimentos, são os mais apontados como impeditivos para a implantação e implementação das boas práticas.

ÁGUA:  você está dando a devida importância?

E neste breve artigo o objetivo é chamar atenção para o abastecimento de água, que apesar de a mesma ser fornecida em sua maioria por já tratada, o seu reservatório deve passar por higienização a cada seis meses, para garantir água com qualidade para a produção das refeições. Para esse procedimento você deve contratar uma empresa especializada e com registro em órgão competente Instituto Estadual de Meio Ambiente (INEA) e exigir os laudos de potabilidade da água bem como o de higienização da caixa d’água.

PRAZOS DE VALIDADE: expirou e o PROCON está de olho!

Outro ponto importante e que não vem sendo aplicado corretamente, diz respeito aos prazos de validade dos produtos e refeições armazenados. Esta tem sido uma das principais não conformidades apontadas por órgãos como o PROCON.

Para ficar em dia com essa boa prática lembre-se:

  • Sempre que retirar produtos das embalagens originais, transcreva as informações sobre data de produção e validade e também adicione a data de sua abertura. Segue abaixo no modelo 1, um exemplo de etiqueta.
  • Após o preparo das refeições, sempre faça uma etiqueta contendo o nome das preparações, a data de produção e validade das mesmas, temperatura de armazenamento, e registre também o nome da pessoa que fez a anotação.
  • Mantenha produtos e preparações em recipientes íntegros, limpos e bem fechados.

 

modelo 1: Etiqueta

NOME DA SUA EMPRESA

Produto: ______________________

Fornecedor: ____________________

Fab/Manip em: _____/_____/_____

Data de Validade: ____/_____/_____

Responsável: ___________________

 

Recomendação de leitura!

E para você que deseja adotar as Boas Práticas em seu serviço de alimentação consulte o Guia de Elaboração do Manual de Boas Práticas, elaborado pelo Conselho Regional de Nutricionista (CRN) 4/2007 e busque o auxílio de um nutricionista para a sua adequada elaboração.

 

Venha se especializar conosco! INSCREVA-SE –  https://goo.gl/xfxPwQ

Atualização em Boas Práticas, Legislação e Fiscalização Sanitária em Serviços de Alimentação: uma abordagem prática
O curso irá atualizar o nutricionista/acadêmico atuante na área de alimentação coletiva sobre o panorama da legislação sanitária de alimentos (Federal, Estadual e Municipal no RJ), além de aspectos chave sobre fiscalização em Serviços de Alimentação.

Deixe um comentário

Veja também

Novidades

As Boas Práticas da Manipulação em Serviços de Alimentação

As Boas Práticas ou, em inglês, Best Practices definem as melhores técnicas a fim de atingir um resultado positivo na execução de qualquer atividade. Em se tratando dos serviços de alimentação, as Boas práticas são definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), por meio da RDC nº216/2004 com efeito em todo o território nacional. Nela

Leia mais »
Novidades

Nutricionista, precisamos falar sobre botânica

Você deve estar se perguntando por que um nutricionista precisa aprender os conceitos e definições da botânica. Bom, se você quiser trabalhar com fitoterapia, é importante que se familiarize com essa que é a matéria-prima do medicamento fitoterápico do reino vegetal. A classificação dos organismos vivos é ordenada em grupos e, desses, o que mais

Leia mais »
Novidades

Nutricionista, conheça as novas legislações em fitoterapia

Como muitos sabem, a fitoterapia é o método de tratamento que utiliza plantas medicinais em suas diferentes preparações sob a orientação de um profissional habilitado. E nós, nutricionistas, podemos ser um desses especialistas aptos a prescrever medicamentos fitoterápicos como complemento da prescrição dietética, desde que tenhamos o título de especialista em Fitoterapia. Antes de tudo,

Leia mais »
Novidades

Fitoterapia na Nutrição Esportiva

Fitoterapia na Nutrição Esportiva – possibilidades de atuação e prescrição As plantas medicinais estão sendo cada vez mais prescritas por profissionais de saúde, dentre os profissionais habilitados, os nutricionistas vem ganhando cabe vez mais espaço, uma vez que a união entre Nutrição e Fitoterapia pode contribuir para uma real consciência sobre alimentação saudável e o

Leia mais »