Climatério: Envelhecimento cutâneo da mulher

Compartilhe!

Sumário

climatério

Nas clínicas de nutrição, é cada vez mais comum as mulheres acima de 40 anos expressarem preocupações relacionadas ao climatério. Isso ocorre devido ao aumento da população feminina nessa faixa etária, que pode superar em quantidade as mulheres mais jovens nas próximas décadas, conforme indicado pelas projeções do IBGE. 

O climatério refere-se à diminuição progressiva da fertilidade nas mulheres, caracterizada pela redução da função ovariana, diminuição dos níveis de estradiol e progesterona, e aumento das gonadotrofinas hipofisárias. Essas mudanças resultam em diversas alterações físicas, metabólicas e emocionais na mulher. 

No climatério, um dos órgãos mais afetados, sendo alvo de queixas frequentes é a pele, devido ao envelhecimento cutâneo, pois independentemente da época da vida, as mulheres desejam se sentir bem com sua pele. 

climatério

O envelhecimento cutâneo é um processo fisiológico, complexo e contínuo, resultado de diversos fatores. E um dos fenômenos que auxiliam esse processo é a glicação, uma reação não enzimática, que ocorre a partir da ligação de uma molécula de glicose e uma molécula de proteína (elastina e colágeno) gerando produtos de glicação avançada (AGEs), que levam a perda progressiva de elasticidade e tonicidade da pele.

No entanto, no climatério, a queda de estrogênio também tem um grande impacto nesse processo, por exercer importante papel na integridade da pele, uma vez que há presença de receptores de estrógenos em seus componentes celulares.

Estudos têm demonstrado que baixas concentrações do hormônio afetam o conteúdo de colágeno, glicosaminoglicanos, água, elasticidade e espessura, afetando assim, a qualidade de todas as camadas da pele, tornando-a mais fina e estruturalmente enfraquecida.

Mesmo com o declínio acelerado das condições cutâneas observado no climatério, é possível minimizá-lo através de estratégias nutricionais, e assim, contribuir para a melhora da autoestima da mulher.

À medida que as mulheres envelhecem, a atenção nutricional especializada na saúde feminina, concentrada no gerenciamento dos sinais e sintomas do climatério, está se destacando como uma abordagem terapêutica alternativa. Isso se deve à sua contribuição significativa para aprimorar a qualidade de vida e a autoestima durante essa fase singular e delicada da vida da mulher. Pensando nisso, separamos alguns exemplos de estratégias nutricionais no combate ao envelhecimento cutâneo. 

Proteína 

Mulheres no climatério tendem a ingerir menos alimentos proteicos, este baixo consumo tornam-nas deficientes em proteínas. Nestes casos a suplementação alimentar torna-se uma  alternativa,  com  o  intuito  de  desacelerar  os  impactos  do  envelhecimento e no declínio da produção de colágeno. 

Dieta pobre em açúcares 

Recomenda-se também um dieta pobre em carboidratos refinados para diminuir o processo de glicação, que ocorre a partir da ligação de uma molécula de glicose e uma molécula de proteína (elastina e colágeno) gerando produtos de glicação avançada (AGEs), que contribuem para o envelhecimento cutâneo avançando. 

Dieta rica em Antioxidantes 

Uma dieta rica em antioxidantes desempenha um papel crucial na prevenção do envelhecimento cutâneo. Os antioxidantes são substâncias que combatem os radicais livres, moléculas instáveis que podem danificar as células da pele e acelerar o processo de envelhecimento. Ao incorporar alimentos ricos em antioxidantes na dieta, é possível neutralizar esses radicais livres e promover prevenção do envelhecimento cutâneo. 

Vitamina C 

A vitamina C desempenha diversas funções no corpo e exerce um impacto significativo como um fator antienvelhecimento. Atua como um antioxidante ao estar intimamente envolvida na produção de colágeno, desempenhando o papel de cofator na hidroxilação das enzimas prolina e lisil hidroxilase. Essas enzimas desempenham um papel crucial na estabilização e na formação de pontes entre as fibras de colágeno. 

Silício 

O silício desempenha um papel fundamental na produção de colágeno, uma proteína essencial para a saúde da pele. Ele atua como um cofator na síntese de colágeno, contribuindo para a formação e estabilidade das fibras colágenas. Garantir uma ingestão adequada de silício, seja por meio da alimentação saudável e suplementação, é essencial para apoiar a produção eficaz de colágeno e manter a saúde dos tecidos do corpo.

Faça a sua matrícula na Pós-graduação em Nutrição em Saúde da Mulher, Emagrecimento e Estética 2024! Venha se especializar na Nutmed/Ensine

Referência bibliográfica:

BRUM, Keron Ferreira; SPINELLI, Silvia Moro Conque. A influência da nutrição no envelhecimento cutâneo da mulher na menopausa. Brazilian Journal of Development, v. 9, n. 05, p. 18055-18065, 2023.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA et al. Manual de Orientação Climatério. São Paulo: Febrasgo, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Projeções da População do Brasil e Unidades da Federação por sexo e idade: 2010-2060. 2018.

ZOUBOULIS, C. C. et al. Skin, hair and beyond: the impact of menopause. Climacteric, v. 25, n. 5, p. 434-442, 2022.

Deixe um comentário

Veja também

Sem categoria

Nutrição Esportiva: Porque investir nessa especialização?

A nutrição desempenha um papel fundamental na promoção da saúde e na prevenção de doenças, sendo essencial para o bem-estar geral das pessoas. Dentro desse campo vasto, a nutrição esportiva emerge como uma especialização de crescente importância. Com o aumento da prática de atividades físicas e esportes, tanto em nível amador quanto profissional, a demanda

Leia mais »
Sem categoria

Personal diet: O que é e como começar atuar?

O Personal Diet é uma modalidade de atendimento nutricional que vem ganhando destaque nos últimos anos por sua abordagem personalizada e domiciliar. Diferente do modelo tradicional, onde o paciente se desloca até o consultório do nutricionista, o Personal Diet oferece a conveniência de consultas realizadas no conforto da casa do cliente.  Este tipo de atendimento

Leia mais »
Sem categoria

Nicho de Atuação na Nutrição: Como Escolher o seu?

A nutrição é uma profissão ampla, que abrange diversas áreas de atuação, desde a nutrição clínica até a esportiva, passando pela nutrição materno-infantil, vegetariana, entre outras. Com tantas opções disponíveis, pode ser desafiador para os nutricionistas decidir em qual nicho se especializar. No entanto, escolher um nicho de atuação é crucial para o desenvolvimento profissional

Leia mais »
Sem categoria

Hipovitaminose D na Obesidade: Desafios, Impactos e Manejo Nutricional

A vitamina D é um nutriente essencial que desempenha papéis cruciais na saúde óssea, no funcionamento imunológico e na regulação de diversas funções metabólicas. A hipovitaminose D, ou deficiência de vitamina D, é uma condição comum em populações de diversas partes do mundo, especialmente entre indivíduos obesos. A obesidade, por sua vez, é um dos

Leia mais »

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp.